terça-feira, 1 de março de 2011

Nas lacunas do meu ser '



Acordar e não sentir que a felicidade está presente,
Vem ser o meu martírio diário.como viver
e não ter perspectiva de que minha vida
pode ser mais valiosa que 30 moedas ?

Como amar, sem ter a chance de expressar o que sinto sem exagerar?
e a outra pessoa , como vai demonstrar se eu não abro meu coração?

Aliás peço para que a solidão entre na minha vida ,
e faça dela palco de desapego , da miséria espiritual ,
 do caos sentimental e da minha eterna busca
de algo que deixou de preencher minha lacuna .

O meu ser que busca a esperança de sub existir,
 vai ao auxilio do meu mais intimo e implora para retornar.
Onde esta você felicidade?
como me abandonou?
quem ficara no seu lugar?

E antes de ir , só peço que deixe seu endereço.
Talvez eu desperte da minha ilusão,
 e te escreve falando que ela voltou , e desta vez pra ficar ...

Ela queem? A felicidade é claro ,
porque dela eu posso falar e deixar entrar ,
ao invés de você que me deixou neste inverno espiritual !

Merecimentos a Fernandes "O PESSOA" (texto escrito por ele).
 http://www.fernandespessoa.blogspot.com/ 

2 comentários:

  1. Muito bom! Eu chamo de ação de Deus as coincidências que vejo pela vida. Acabei de ler um lindo texto da Jubs, que me lembrou outro que eu fiz, falando sobre "perceber o momento". Fui lá, procurei o link, copiei e colei num comentário pra ela.

    Eis que o link está aqui, só preciso teclar CTRL-V rs...

    Fernando, sua sensibilidade é quase feminina. Um grande abraço desse seu fã.

    O link: http://pensamentos.forati.com.br/2010/12/meu-presente-perceber-o-presente.html

    ResponderExcluir